Pesquisar este blog

sábado, agosto 06, 2011

Esta tiróide! comorbidades

Comecei a colocar novos artigos da minha antiga página (geocities.com/ngroupsy) no blog. Assim, depois verão novos conceitos em 'Informações Especializadas' à direita.Começo com este, uma pesquisa que fiz em uma rede social, com autrização do dono da comunidade e nomes trocados.
  • ESTA TIREÓIDE!... COMORBIDADES

A depressão aparece na vida da gente geralmente relacionada a ansiedade e/ou perdas. Pode estar relacionada a outras doenças (que aqui se chama de comorbidade). O organismo tem um descontrole químico, em função de algum fator interno, e aí necessita do medicamento. Este remédio, que é o antidepressivo, pode ser de vários tipos, e as drogas a serem utilizadas são muitas. Até saber qual funciona com a pessoa, vai de um diagnóstico acurado do médico. A ansiedade e angústia podem ceder mediante descanso e melhor qualidade de vida (alimentação, sono, lazer, exercícios, dieta, psicoterapia, técnicas de relaxamento). A depressão 'chorona' também. Só que na maior parte das vezes a psicoterapia necessita de medicação, e aí a pessoa tem que ir em um(a) médico (a) psiquiatra, que seja especialista em depressão. E ir levando...Importante se ter consciência que cada caso é um caso. Independente da doença ser tireoidite ou outra coisa, a mulher é mais sujeita a depressão pelas mudanças pelas quais passa na vida. Alteração de humor?(conhecida no meio médico como distimia) Qual mulher não teve alguma... menstruamos,temos nenês, temos 3 jornadas de trabalho diárias, queremos cuidar de tudo, e como não dá, sentimo-nos as vezes incapazes de gerenciar. Vivemos em uma sociedade consumista, com padrões ideais de beleza,que mudam rapidamente. E quando achamos que estamos bem, vem uma crise financeira, ou perda, ou doenças, ou coisas de hormônios femininos, nas mudanças mensais, climatério, menopausa...Haja cabeça, né?...Aceitar o que não pode ser mudado, coragem para mudar o que pode ser mudado, e sabedoria para distinguir uma coisa da outra. Tomar antidepressivo não é a pior coisa. Pelo menos existe remédio para o que temos

 
Deprê
A respeito da Depressão, eu tenho hipo e as vezes sinto um pouco desse sintoma. Algum tempo atrás, acho que foi na TV Cultura, mostrou uma reportagem que na UNIFESP tem um grupo de estudo sobre a Depressão, onde eles constataram que algumas pessoas tinham problemas relacionados com a Tireoide.
Bom, pra aliviar minha depressão costumo fazer meditação (Frequento a Seicho-no-ie). Até que vem ajudando.

já tive depressão!!
Foi leve, mas me sentia incapaz de fazer qualquer coisa, qdo descobri que poderia ser da tireóide, foi bem melhor, mas nosso organismo, não é uma coisa, tiróide é um pedacinho dele e lá que a coisa se manifestou. Acho que o grande lance é ter uma visão global do corpo e da mente, minha vizinha de cima!!! Vou aguardar as cenas dos próximos capítulos e espero boas noticias, hein? Terapia é bom pra tudo!! Inclusive pro controle da tiróide bichada!! beijoka
desencana!!!! 
Gente.... posso tá até falando besteira....mas qto mais agente lembra que tem problema na tireoide...mais a coisa complica. Comigo foi assim... depois que eu vi que tem problemas muito mais sérios e que se vive muito bem tomando nossos remedinhos.... comecei a desencanar e agora tô ótima!!!!
Acho q vc. tem razão 
Eu penso que não se pode super nem sub valorizar os sintomas. Procurar um medico até que se tenha confiança , Fazer os exames de rotina e desencanar é sem dúvida a formula mágica pra se viver saudavel!
Bj
tripé 03/11/2... 21:09
A medicina do comportamento diz que a gente é um tripé: na ponta do triangulo - MENTE - na outra ponta - ORGANISMO - e na outra - EMOÇÕES. Um distúrbio (organismo)leva a alterações de percepção (mente) que pode interferir nas nossas emoções e vida de relação... Ou uma dificuldade crônica na vida da gente (tipo: profissional ou outra) que cria um problema emocional (emoções) que pode alterar nossa forma de ver a vida (mente), e produzir stress que por sua vez altera o funcionamento físico (organismo)? Ou...etc - é assim que funciona. Para isto seria importante que psicólogo, endócrino, ginecologista, psiquiatra, se comunicassem, não é?
é isso ai N.! 04/11/2004 19:52
Concordo com vc em relação ao tópico acima!
O organismo e a mente sendo tratado como um todo, independente de onde se manifestam as doenças e os comportamentos.


Gengivas
Gente, li em um artigo que o hipotireoidismo também causa problemas nas gengivas e amolece os dentes. Alguém tem gengivite, ou doença periodontal? Minha gengiva começou a causar problemas logo que iniciei o tratamento. Quem não tem fique na sua, não encuque.

Co - mor- bi- da-de (NÔ)
Como morbidade que perdeu o senso
ando sózinha pelas trevas da noite
escuridão...como os meandros da mente
Hipófise que me fiz tão minha
Hipótese de cansar a gente...
E no entanto...acalanto tanto
o hipersentido da tiróide antiga
fazia tanto que enlouqueceu o tino
ah! timoneiro que perdeu o rumo...
DEPOIS TERMINO, MAS PROMETE, NÃO É?
Esta comorbidade esquisita + doença do pânico?
Como disse, sou novata nesta coisa toda, e não gosto disso nem um pouco. Há 3 dias atrás tive de novo uma crise que já tem sido quase que mensal. Eu sinto tudo junto: falta de ar, taquicardia, vontade de chorar, fraqueza física, diarréia, e perco um quilo nesta gracinha que dura de 2 3 dias.
Decidi que na próxima vou chamar um taxi e vou para a emergência da Unimed.
Cansei de tentar superar isto sozinha. Alguém tem isso? Como se estivesse morrendo? Como faz? Procura hospital? Minha taquicardia chega a 130, 140, eu vejo na região do estômago o corpo se movendo, é aterrorizante.
Isso pode evoluir para um acidente cardíaco, tipo uma fibrilação atrial? É certo correr para hospital, ou é frescura?
Me ajudem, por favor, minha qualidade de vida foi a zero.Parece um filme de terror. Eu vejo vocês levando vida normal, não entendo.
koi de loko 13/12/2..... 19:45
Oi, M, vi que vc. criou o tópico taquicardia mais falta de ar. Na primeira fase da minha tireoidite tive isto (a gente com hashimoto tem uma fase inicial de hiper). Eu senti isto...mas não todo o quadro que vc. cita. Será que não assustou com a doença? Primeiro faça a dosagem e acerte o remédio da tiróide. Quando eu era jovem,eu vivia tendo estes sintomas, e não tinha a tiróide preguiçosa: verificando, tinha antes da menstruação e no período de ovulação. Coisa de hormonio, também...mas feminino...
Ah, e outra fase que tive umas coisas esquisitas - que hoje dão o nome de 'crise de pânico'. Pânico é uma alteração química, parece que uma bruta alteração repentina de adrenalina, como se a pessoa tivesse tendo um susto - como uma reação de sobrevivência. Por isto perguntei se tinha assustado com sua doença...No meu tempo eu fiz terapia comportamental, com relaxamento e dessensibilização.
...Olha, amiguinha, aqui tem tanta gente...não se sinta sozinha.
Taquicardia, enjôo, engordar  
Tenho 25 anos e há 10 tenho Hipo de Rashimoto (hipotiroidismo de Hashimoto) tomando T4 todos os dias. É incrível, mas quem fez meu diagnóstico foi minha mãe (que nem é médica). Fui engordando a olhos vistos e de repente, sempre muito desanimada e cansada, muita taque-cardia, enjoo e dores de estomago....nossa fiz uns 5 exames de sangue em 1 meses, ultrassom, endoscopia, iii...virei figurinha de consultório médico, até que minha mãe pediu p/ o ginecologista exame de T4 e...pimba! Acertou em cheio. Engordei 15 quilos, mas voltei ao normal depois de 4 anos do começo do tratamento, no entanto, ainda tenho muita cãibra, taqui-cardia, MUITAAAA queda de cabelo e as dores nas juntas, mas vou levando sem remédio somente com meu T4 básico...depressão, tive um período terrível entre os 16 e 20, e até hoje não consegui acertar minha dosagem já estou em 175mcg, mas com certeza vai aumentar. A tireóide apresentou alteração de tamanho na cintilografia e os anticorpos estão no espaço de tão altos. São tantos os sintomas, e os médicos não acreditam na gente e mandam fazer mais exames que nunca dão nada. (obs: todas as mulheres da minha família tem hipo, e olha que não são poucas, pois só tenho tias, elas só tiveram filhas, minha irmã e minha mãe tb tem e todas reclamam das mesmas coisas.....) pena os médicos não nos escutarem....
feelings  
Gente, um amigo apareceu. Ele teve câncer(não na tireóide, fez o que era necessário, está bem. Desde menino tem falta de ar, medo, e pela história de vida pareceu-me angústia. E agora, pós tratamento (radioterapia)ficou claro um quadro de depressão. Segundo o que disse desde criança se sente distímico apesar de muito entusiasmado pela vida. Bom, a gente sabe que pós trauma a pessoa fica pensativa, e ele tem feito terapia e tem se olhado mais.Fiquei com isto na cabeça lendo os últimos posts.
Na verdade, o que sente também se relaciona com o pós radioterapia. Mente, psique e glândula se misturam...a gente trabalha  em conjunto mesmo...

dentes
Hum...eu tive gengivite desde os 24 anos, fui consultar um periodontista, e com a escovação não tive problemas. Soube que a hipo deixa sensível o tecido mole do corpo. Os dentes podem afastar-se um do outro, a gengiva desgruda fácil. Alguns alimentos prejudicam bastante a gengiva...e a gente tem que ter a escovação ideal. Como já tive retração de gengiva e gengivite, não sei se foi devido a Hashimoto. Outra coisa, somos umas felizardas, porque uma terapeuta amiga  ficou sem comer (com a tiroidite - devido aos dentes e gengivas sensíveis), ficou de cama, e ela volta e meia passa mal a ponto de não poder trabalhar. Mas sempre digo que cada um sente os sintomas de um jeito. Eu vivo com 20 mg de paroxetina, 0,5 de rivotril, 125 de syntroid. E uma novidade. Após uma vida  de um estomago super bom, tive esofagite brava, e ainda tomo Lanzoprazol todo dia. Só porque tomei alendronato de sódio 2 comprimidos, em duas semanas (remédio para auxiliar na absorção do cálcio - tiver que tomar, fique em pé sem se mexer durante meia hora). Aí é que tá. Isto acontece comigo, não quer dizer q ocorra com vcs. Estou já me acostumando com a idéia de parar de atender e levar uma vida mais light. Trabalhar com algo que eu possa levar adiante sem tanto cansaço. Porque também tenho artrose (genético) e outras coisas. Comorbidades...

Mas olha, essa coisa de ph, ou gengivas (sabe que isto afeta até na relação sexual né? Tem pessoas que não combinam em PH, e depois sentem coceira, etc) - é um assunto a parte de problemas na tiróide. Mas como a gente é um todo, devemos analisar tudo...e sem esquentar. Porque se a gente 'esquenta a cabeça' aumenta a ansiedade, e prejudica tudo.

Notícia 1a. mão  
Amiguinhas (os), que coisa!! Tenho novidades. Já discutimos a presença de tireoidite&depressão&stress. Agora é a vez da distimia. Doença química, constante, provavelmente familiar e desencadeavel por outra alteração química. Humor tristonho, pessimista, irritável, mudança de humor, difícil de conviver e situação crônica, aliviada por antidepressivos. Tem que tomar o remédio (antidepressivo) acompanhado ou não de outros. Não estou falando do T4 (hormonio da tireóide utilizado em tireoidites), no nosso caso, que este já tem que tomar mesmo. Estou falando só da distimia - tem que tomar antidepressivos e outros afins se o médico mandar. Agora veja. Nem todos os antidepressivos funcionam bem neste caso, há que testar cada um. Por exemplo, a paroxetina (cibrilin, pondera, etc) aumenta o sono e engoooorda. Faço uso da paroxetina e meu horário de sono é irregular (isto é da distimia) e de manhã fico com preguiça (da distimia). Então talvez tenha que rever a dosagem ou a droga.
O que é específico da hipo não sei. Sei que muita coisa que vcs. andam relatando têm a ver com depressão e distimia (esta última é pior, já que não sara). A distimia tem relação com dores gerais (fibromialgias) assim como com a hipo. Difícil diferenciar uma coisa da outra, porisso procurem um psiquiatra, e mediquem-se (se for diagnosticada a distimia ou a depressão). A psicologia não tem nada a ver com isto, nem passes, nem orações. Dai a César o que é de César - química altera tudo. Porisso a gente é a turma do T4...tem que tomar TODOS os remédios que necessitar. Só então a oração funciona, ajuda a encarar as coisas de frente e conviver com elas.

Alergia
M, bonitinhaaa. Eis a mulher dos 'causos'!!! A tal da alergia pode estar ligada a hormônios (tipo climatério ou menopausa, não sei sua idade). Quando estou com variação hormonal da menopausa, sei logo: me dá zumbido no ouvido,enjôo (de som, de cheiro, me dá taquicardia, ou extra sístole, que é o tal do TUM-TUM-TUM_TUM_____TUM-TUM-TUM-TUM,e alergia do marido, rsrs, é sério falei com meu gineco e pode dar sim), então verifique se tem a ver aí. Não tem apetite? Claro que tem, come um monte de coisas, e boas, né? bj

Chatice
Bom, a 'chatura' a gente já discutiu muito aqui...quando to muito chata é porque algo não vai bem na minha vida. A falta de paciência acho que tem a ver com um montão de coisas, não só com a tiróide. Mas vc. me espanta, numa época em que todo o mundo quer ser super magro, vc. se achando 'por demais magra', rsrs. Não exagera, né? Tb. não vejo a I... mande scrap nela!!

fibromialgia 21/09/2... 13:18
Alguém acima escreveu sobre fibromialgia e artrose. Olha, artrose nao tem a ver com a tiróide, pode aparecer sozinha, e a base genética manda - com que idade alguma parente sua teve artrose? As dores nas juntas e fibromialgia são comorbidades da tiróide. "O hormônio na dose certa" significa "um hormônio que faz funcionar sua tiróide normalmente". Mas as comorbidades aparecem antes, como doenças da pessoa mesmo, ou durante ou depois, para hipotiroidismo. Temos que fazer o tratamento para artrose, fibromialgia, estresse, depressão, gengivas, cabelos, unhas,dentes, obesidade. Afinal, este tratamento de todo jeito teria de ser feito após os 50 mesmo...

Site de orientação de remédios para emagrecer 02/10/2... 21:30
Quanto a esta substancia, e outras que quiser saber - vá a www.neurodome.psc.br faça seu cadastro e participe dos fóruns. É muito bom, e gratuito. Encontrei lá a seguinte resposta dada pela médica de lá.
[A sibutramina é uma medicação relativamente segura e possui poucos efeitos colaterais. Dentre os medicamentos atuais utilizados por pacientes que desejam/precisam emagrecer a sibutramina é a mais indicada.
Carolina Maria Cani
Médico(a)]

q legal! 19/10/2005 20:32
Este espaço está ótimo! continuem, por favor. Um espaço descontraído para falar de sentimentos é tudo de bom...e também do que se acredita, do que dá certo, do que não dá.
Alguém falou de dor lombar após a retirada da tiróide. Claro, né! Afinal se a pessoa deita de mau jeito ou deita por algum tempo em cama ruim, dó mesmo e no caso seu, amiga, ficou crônica. Nada a ver com a tiróide, acho. Mas confesso, não sei o que é 'sacralização'.
E ...
A coisa do psiquiatra não pedir exame da tiróide: têm outros profissionais cujas especialidades têm mais a ver com a tiróide: ginecologista, clinico geral, endocrinologista. Outra coisa, talvez o psiquiatra tenha diagnosticado uma depressão e/ou transtorno de déficit de atenção e/ou distimia...sem tocar no problema da tiróide. Até depressão sazonal, porque é mais comum o humor lábil(que muda) ser proveniente destas doenças do que do problema na tiróide. Agora: a doença da tiróide sim, tem comorbidade com depressão. E se tem, tem que tratar do humor e de outras coisas se for o caso.

Dizer não!um pitaco 21/10/2005 21:14
Ó N! Abra a boca, e fale: nâo

Vc. escreveu 22/10/2005 20:58
[sou estranha, tenho muito sono, tenho fome e alguns dias fico muitíssimo irritada sem mais nem menos, graças a Deus meu marido e filhos são muito pacientes pois nem eu me agüento, meus cabelos estão me abandonando,...]
Tudo isto é sintoma de depressão. Se o hormônio está dosado, por que seria da tireoidite?

Meu palpite 23/10/2005 17:26
...A respeito de médico: não entendi direito. Se vc. foi a vários e nenhum acertou...vamos ver: o que vc. entende por acertar?

que romaria, amiga! 27/10/2005 18:00
[bom eu tenho problemas com a tireóide desde 14 anos de idade, aos 16 eu fiquei 4 meses sem dormir, e só fui descobrir o problema um ano depois, fiz vários tratamentos, mas acho que na época não era muito conhecida a tireodite de hashimoto, então tratava com aquilo que os médicos conheciam e fazia os controles semestralmente, até que um ...] Depois: a Universidade X - falou q tinha 'hipertiroidismo]...
agora vc. tem caroços e toma T4. Meu, q desencontro. Deduzo que depois de trocentos anos alguém diagnosticou 'tiroidite' - é isto? Vc. é hipo????
Bom, e como entra a leucopenia aqui? Pode ser comorbidade da tiroidite?
Quanto a TDAH (transtorno de déficit de atenção e/ou hiperatividade): nada a ver com leucopenia ou algo da tiróide. Tem q tomar remédio - controle total - para sarar, que sara. Mas tem q tomar remédio.Não vá em conversa de psicoterapia infantil que sozinha não rola nada. A criança ou adolescente pode ficar com buracos enormes na aprendizagem. E - é genético - algum dos pais tem. Pode ser q vc. ou seu marido tenham. Em caso positivo mediquem-se também! beijos...:)

28/10/2005 10:25
Vc. disse que ele tinha Transtorno de Deficit de Atençao e Hiperatividade, não depressão. O TDAH não é só uma dificuldade de atenção, é uma síndrome. Mas tá tratando, ótimo! Conheço o povo da Universidade X,  gente boa! Bjos

L querida, Sabe amiga, vc. deu o tempo necessário a estes médicos? Porque demora até achar uma dose com a qual vc. conviva bem. E olha, eu tive no início que fazer exames de 3 em 3 meses. Acho q talvez o Dr. Q da comuna te ajude melhor nesta dúvida. Bjos

OOOi 11/11/2005 21:28
Oi meninas! Saudades destes depoimentos cheios de vida e experiências!!! Vi lá no início q Ó n. tinha algo na voz. Voltei a lecionar, comecei a falar mais, e ficar mais animada ainda do que sou, e parlando parlando...estou com uma sensação de irritação entre o nariz e a garganta. Que exame vc. fez,Ó N.?? Broncoscopia? Quero saber o que tem lá, está me amolando muito. Hoje fui fazer mechas VERMELHAS, kkk - com henna e clareador (Água oxigenada e amoníaco). Sensibilizou o mesmo lugar. Preciso ver q q há. Sei q não tem anda a ver com a tiróide. kisses mil!

15/11/2005 21:42
Ann, to aqui, fia! Vc. foi ver um(a) psiquiatra? Vc. tá falando de um quadro de depressão e/ou pânico. Eu comecei a fazer mechas, não tive problemas. Não ouvi falar de problema de tiróide relacionado com estes tipos de sintoma, tanto os pruridos como o jeito da taquicardia. Se já faz análise, faça uma avaliação neuropsiquiátrica com outro médico.

OOOOi, co-adjuvante psicológica!!! Esta foto de menina tá ótima. Acho que é sim. Tem até um tópico sobre isto aqui mesmo. Mas tem a ver tb. com menopausa. A gente sem os hormônios fica ressecada: cabelos, unhas, pele, mucosas. To sem tempo, vá em LINKS e pesquise, que tal? Aí posta aqui. A sugestão da minha médica foi viver besuntada de hidratante. Beijos, querida

Água da Ó.N 26/11/2005 18:40
Comprovei - tome bastante água que a voz fica boa!!

09/12/2005 00:18
A parte emocional é importante em qualquer doença. É comum a gente voltar ao afetivo quando as doenças não são totalmente explicáveis. Acho perigoso 'viajar' muito no emocional. Doença só tem quem está vivo.Faz parte da vida. Vamos tomar os hormonios e descobrir formas de que problemas da tiróide não nos afetem tanto. Beijos

Vida de relação 03/02/2... 20:50
Andei lendo as coisas, vendo as filmagens do moderador(a). Gostei muito da psicóloga que foi lá. Deve ter ajudado muito nossa comuna. Eu catei este tópico para falar da importância da alimentação equilibrada, de uma vida saudável com horários certos, da necessidade de se ter funcionando todos os papéis. Fisiológico (nosso corpo); mental (pensamentos e emoções); família (saber conviver em harmonia);parceiro(a); social (amigos, barzinhos, reuniões. Faz bem um encontro construtivo, reunir-se com uma ou mais pessoas é compartilhar informação, gratificação (dar e receber cositas, vale desde um irmão até uma companheira de faculdade e finalmente afeto. Um papel na vida que não vá bem pode levar à depressão. Cuidsmos de nossa vida em todos os papéis. O sitema imunológico agrade, e o planeta também. Leva à cooperação em grande escala.

Aiaiaiaiai 06/02/2006 07:10
A gente já conversou muito aqui sobre várias alterações. Sugiro que a turma nova leia o que foi postado.
A hipófise é o maestro. Mexeu com ela, pode sim, alterar. Mas cada caso é um caso. Não - deprimida não - ansiosa. O sintoma é ansiedade. A depressão pode se manifestar mascarada, acho q vc. não leu, tem coisa aqui sobre isto. Mas dx. prá lá, o pior é a ansiedade. E vc. já foi a um neuropsiquiatra verificar esta ansiedade? Talvez por isto tenha ficado hiper. Na psicossomática existe uma estreita relação entre o emocional/mental e o físico. Sabia que a ansiedade pode mexer com os hormônios, e que na ginecologia a correlação é muito grande? Não no caso da endometriose (alteração na mucosa do endométrio),e sim em casos de pessoas que tem alterações menstruais, nódulos q são gordura, etc. Inclusive infecções oportunistas nos genitais podem ser provocados pelo estado mental. Abaixa a imunidade.

Lindinha, esta é uma das comorbidades da tiróide, a distimia (transtorno de humor). Vá a um psiquiatra e relate, vamos ver o que ele fala. Se for medicada não se assuste e faça o que ele pede. Quando há comorbidade, a gente tem que tratar das coisas, no seu caso do hipo e provável transtorno de humor. Beijin

olha q legal 03/03/2006 13:09
http://www.insidecymbalta.com/patient_resources/neuro_animation.jsp?reqNavId=4.2&ccd=cymddp25
Ligue o som. É em inglês e fala em vídeo sobre nossas comorbidades, especialmente a depressão... Especial. Se não fala inglês, dá pra entender pelos desenhos.
Não ligue para a propagando do remédio. Vale pela viagem no interior do cérebro.
Recebo estes vídeos de uma lista de neuropsiquiatras.

O ANÓNIMO(A) 05/03/2006 22:57
kkk então D., acho q a pessoa não quis se expor por discordar da minha opinião. Ou talvez seja tímida. Mas vc. realmente anima as pessoas daqui.
Psiconeuroimunoendocrinologia é o novo nome da neuropsicologia. Não importa na realidade o nome, pois de qualquer maneira atuam na mesma coisa, que é a relação das emoções com a saúde.

oooiii 13/03/2006 23:08
Oi, querida, seja bem-vinda, aqui no 'um por todos e todos por um'. As x também parece o 'empurra empurra' de São Paulo... mas vai que vai, rsrs.
Vc. está um retrato do que uma doença com comorbidades - faz. Uma doença é desconfortável, ainda mais crônica. Esta não mata, já é um grande consolo. Os remédios que tomamos não fazem mal a outros órgãos. É chato o hipotiroidismo. Mas se convive... Ajuda não responsabilizar tanto a tiróide. Talvez a gente precise de uma intervenção total, tipo: verificar a quantas anda a depressão com um médico psiquiatra, assim como o estresse que vivemos (separando aquele da vida moderna,daquele provocado pela doença). Depois: fazer drenagem linfática, na água ou com massagem (e tomar muita água), exercícios, verificar o fator emocional, comer bem (não muito - beeem), e acompanhar sintomas conforme surgem. Na verdade eu por exemplo, que tenho Hashimoto, vivo como paciente de uma equipe multidisciplinar. Mas não responsabilizo só a tiróide, pois distimia, dores musculares, etc, obesidade, boca seca, constipação intestinal, unhas secas, etc. não são exlusivos da tiróide - ocorrem com muitas doenças e situações da vida, como estresse, depressão, climatério. Dê uma lida neste tópico que vai te ajudar. Bj

Obesidade 10/04/2006 21:41
com tantos depoimentos, é mais do que claro que uma das comorbidades da tiróide é a obesidade. Uma síndrome sócio psicológica que está presente também em outras doenças. Um link importante: http://www1.uol.com.br/cyberdiet/colunas/020118_psy_compulsao_alimentar.htm
Fala da compulsão alimentar, uma forma que agrava a questão do peso. Outras formas negativas de lidar com o peso: a 'anorexia' e a 'bulimia'. Na anorexia a pessoa não come. Na bulimia ela come e em seguida 'põe prá fora o que comeu'. A bulimia parece redundar em anorexia, a qual, se não tratada pode levar a morte.
Dietas podem deixar a pessoa sem energia, então só deve ser feita acompanhada de nutricionista e/ou endocrinologista. Se a ansiedade ou compulsão para alimentação aparecer, vá a psicólogo e/ou psiquiatra. Quadros ligados ao ganho ou perda de peso necessitam de um acompanhamento psicológico, devido a sentimentos e crenças presentes.

TDAh e t4 10/04/2006 21:45
Pois é, acabei de ler a correlação existente entre o transtorno de déficit de atençao com o excesso de t4 no sangue, existencia de anticorpos, e nódulos. Não foi descrita ainda a relação, mas existe. O Transtorno de Deficit de Atenção é uma alteração neurológica, mínima, que tem muitos sintomas. É curável. Vi a informação acima em www.scielo.br. Não coloco o link pq estava estudando outra coisa para meu trabalho. Não encuquem, verifiquem no google o q é. Beijos

Valeu, J. 18/04/2006 00:12
Mas eu quero saber de uma comorbidade mesmo, agora. É comum esta falta de ar no hipo? Hoje estou passando mal demais de falta de ar. Alguém me explica o vínculo da tireóide com os pulmões por favor?
outra co 23/04/2006 15:33
Gente, há comorbidade entre nefrite e tireoidite na infância. Fui procurar o artigo para a filhinha da Márcia e confirmei. Tinha lido há dois dias, em um site médico onde estava procurando outra coisa, fica aqui anotado, se alguém precisar.

É moda hidroginástica??
Faço hidroginástica para drenagem linfática, artrose e para a coluna, mas eu que fiz a seqüência de exercícios. Aprendi que no início de algum problema físico ligado a articulações, ossos, vascularização, a água faz bem. Depois que a pessoa está andando normalmente, pode fazer esteira - é mais fácil caminhar na esteira, para pessoas de meia idade ou mais. Não é obrigatório não, é que moda é moda neh amiga...

Estudo on line para Comorbidades, nomes e datas alteradas, NÔ - nick da autora)CRP 6/505, psicóloga.




Postar um comentário

Citação

Jung: ...A vida nada mais é do que um hiato. O que fazemos dela, o sentido que damos para ela enquanto vivemos importa mais do que qualquer acúmulo de glória e riquezas materiais.