Pesquisar este blog

quinta-feira, junho 28, 2012

Coisa mais bonita de ver

Há tanto que viver na vida. É um caldeirão fervente que atrai nossos sentidos e aumenta nosso conhecimento e experiência. Fico pensando no que nos atrai para cá e não para lá, se tudo é tão maravilhoso. E ao mesmo tempo o silencio   é necessário.
Coisa mais bonita de ver: natureza, pessoa, cada qual no que se exerce, cada pássaro no seu ninho. E os sonhos, ah... 
Se fosse possível queria viver de novo. Não me lembro de ter refletido sobre isto antigamente. Na idade se ganha mais sabedoria, 'lugar comum'...E nada mais é comum depois dos sessenta, é tudo maravilhoso.


Será que é a idade que traz esta paz? Sabe-se que a velhice vem com a possibilidade de um maior conhecimento de si mesmo e da vida. Se vier aliada a isto a observação da natureza e a expressão dos sentimentos, o pessoal idoso poderia nos contar de sua felicidade perante a vida?


Penso eu que a beleza e harmonia estão presentes sempre na nossa caminhada. Talvez na juventude não percebamos a maravilha de se estar vivo ... é um tempo de construção de laços e profissão. E depois nos ocupamos mais com a sobrevivência de filhos, e profissão.E depois... a vida tem um significado maior, será?
São somente reflexões, espero que aproveite de algum modo.


Postar um comentário

Citação

Jung: ...A vida nada mais é do que um hiato. O que fazemos dela, o sentido que damos para ela enquanto vivemos importa mais do que qualquer acúmulo de glória e riquezas materiais.